21 de julho de 2014

Restaurante do Porto


Depois da nossa última visita, o Restaurante do Porto entrou para a nossa lista de favoritos. Funcionando há mais de 40 anos e com duas unidades em BH, uma em Lourdes e outra na Cidade Nova, a casa, uma das mais antigas especializadas na culinária portuguesa, oferece dez variedades de bacalhoadas, além de moquecas e opções com peixe, carne e frango. Sem frescura e sofisticação, o restaurante é a escolha ideal para famílias e casais que querem comer bem.

Quando chegamos, por volta das 14h, todas as mesas da varanda estavam ocupadas. O salão interno é amplo e bem decorado com quadros e objetos típicos de Portugal. Assim que entregou o cardápio, o garçom já nos ofereceu a tradicional porção de bolinhos de bacalhau da casa, que aceitamos sem pensar duas vezes. Não demorou muito para os nossos bolinhos chegarem, e é claro que eles estavam deliciosos! Crocantes por fora, macios por dentro e com muito bacalhau na massa - a melhor entrada de todas. A porção vem com dez unidades e custa R$ 28.


O prato que escolhemos para dividir foi a bacalhoada com arroz de Braga (R$ 95,70) para uma pessoa, que vem com lombo de bacalhau grelhado no azeite, arroz temperado com bacalhau desfiado, brócolis, tomate, cebola, ovo cozido e batatas coradas. Quando nosso pedido chegou, ficamos assustados com o tamanho da posta de bacalhau, com a quantidade de comida e com a habilidade do garçom de nos servir usando duas colheres.


O lombo de bacalhau, que devia ter uns 300g, chegou envolto por uma casquinha bem crocante. Por dentro, estava branquinho, super macio e tinha um sabor maravilhoso. Nem salgado nem muito sem sal, nos conquistou logo na primeira garfada. O arroz também estava ótimo e bem temperado, mas o bacalhau desfiado era pior do que o lombo. As batatas cozidas, o ovo, as azeitonas pretas e as duas rodelas de tomate - só duas - completaram a perfeição que é esse prato. Ah, e o azeite que servem na casa é o português Mondegão, que caiu super bem tanto com os bolinhos quanto com a bacalhoada. De acordo com o garçom que nos atendeu, o prato para uma pessoa serve bem duas. Na nossa opinião, até quatro pessoas comeriam aquela quantidade.


De tempos em tempos, um garçom anda pelo salão empurrando um carrinho de doces, com opções como quindim, figo, doce de leite e Pastel de Belém - que foi o que nós escolhemos. O Pastel de Belém do Restaurante do Porto é tão parecido com o do Doces de Portugal, que nós desconfiamos que seja o mesmo. Como sempre, ele estava delicioso! A massa folheada estava bem assada, e o recheio cremoso e quentinho. É tão bom que dá vontade de comer mais!

Vamos voltar?
Sim! O Restaurante do Porto é tradicional sem ser antiquado, tem um ambiente ótimo e atendimento cordial. Os preços não são baixos, mas os pratos são muito fartos. E foi lá que comemos o melhor bacalhau das nossas vidas.

Restaurante do Porto
Rua Espírito Santo, 1507
Lourdes

Nenhum comentário:

Postar um comentário